12/10/2020

Image

Segurança de crianças no trânsito constitui ação permanente do Detran-MA

 

Ensinar as práticas e hábitos corretos no trânsito a partir da infância é um dos objetivos do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA). E quanto mais cedo esses hábitos são aprendidos, maior a conscientização sobre a educação no trânsito e a inclusão de valores como respeito, responsabilidade e espaço compartilhado por pedestres, ciclistas, passageiros e condutores de veículos. 

Desde o ano de 2016, o Detran-MA trabalha, permanentemente, com atividades educativas nas escolas públicas e privadas, ajudando as crianças a entenderem sobre o comportamento correto nas vias públicas e a importância em respeitar as leis de trânsito. Para isso criou projetos educativos com o propósito de formar multiplicadores de conhecimento nas questões relacionadas ao trânsito. 

Para a diretora geral do Detran-MA, Larissa Abdalla Britto, conscientizar as crianças sobre o comportamento de um trânsito seguro é, acima de tudo, a formação da consciência do trânsito como pressuposto de cidadania. “As crianças estão inseridas no trânsito e são grandes observadoras das práticas corretas ou não dos adultos. Por isso, é fundamental que elas conheçam as regras de trânsito, ainda na infância, para manter sua própria segurança. Este conhecimento ajudará a evitar acidentes no futuro, seja como pedestre, passageiro ou motorista, mas, principalmente possibilitará que tenhamos o trânsito como elemento de cidadania e consciência social”, destaca.

Durante as apresentações das ações educativas, o Projeto Transitarte sempre desperta muita curiosidade nas crianças e adolescentes com estratégias didáticas de jogos, peças teatrais, palestras, contação de histórias e atividades artísticas relacionadas a questões do trânsito. O grupo de educadores do Detran-MA leva diversos personagens do mundo infantil para vivencias lúdicas pelas escolas, praças e ambientes de lazer fazendo um paralelo com o trânsito das vias.

A coordenadora de Educação para o Trânsito do Detran-MA, Rositânia de Farias, afirma que as atividades lúdicas ajudam a criança a entender o comportamento adequado e ter consciência dos seus limites no trânsito. “Recebendo os ensinamentos nas escolas, as crianças compartilham com seus familiares e, inclusive, alertam seus pais, irmãos e tios, quando observam alguma situação que não está de acordo com aquilo que aprenderam”, ressalta.

Ações nas escolas

No ano de 2019, o Detran-MA levou 1.299 mil ações educativas para as escolas da Região Metropolitana de São Luís e de municípios maranhenses. De acordo com dados do órgão, 128.120 mil alunos foram assistidos pelos projetos como Condutor do Amanhã, Conhecendo o Detran, Detran vai à Escola e Detran Cultural.

Segurança 

O Detran-MA realiza diversas ações educativas com o intuito de alertar a sociedade sobre a importância do uso dos dispositivos de segurança para crianças. Projetos como o Se Liga na Via, Detran Cultural, Feriado Bom é Feriado Seguro tem como um dos principais objetivos orientar a população sobre a importância da adoção das medidas corretas no trânsito. Isto inclui o transporte e travessia das crianças que são um dos pontos mais vulneráveis na malha viária.

De acordo com dados da Divisão de Estatística do Detran-MA, em 2019 foram registradas 461 autuações por transportar crianças sem observância das normas de segurança estabelecida, em 2020 – até setembro – o número é de 320.

Para Larissa Abdalla Britto, o uso dos dispositivos de retenção veicular é a principal forma de garantir a segurança de crianças em automóveis. “Durante nossas abordagens educativas sempre conversamos e tiramos dúvidas sobre o uso da cadeirinha. Pais, familiares e responsáveis não devem abrir mão do uso do bebê conforto, cadeirinha, assento de elevação e cinto de segurança. Seja em uma viagem longa ou em um passeio rápido. Essa atitude salva vidas”, afirmou.

A coordenadora de Educação de Educação para o Trânsito, Rositânia de Farias, explica que há uma série de atitudes que devem ser consideradas pelos adultos quando uma criança estiver no interior do carro. “É importante travar as portas traseiras para evitar acidentes enquanto o carro estiver em movimento e jamais levar crianças no colo dos adultos. Além de ser uma infração é um risco grave a vida da criança”, declarou Rositânia de Farias.

 

A Resolução nº 277 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) determina que crianças menores de dez anos devem ser transportadas nos bancos traseiros dos veículos usando o cinto de segurança. Até os sete anos e meio, elas devem utilizar o equipamento de retenção adequado (bebê conforto, cadeirinha ou assento de elevação). O descumprimento é classificado como infração gravíssima no valor de R$ 293,47 e retenção do veículo até que a situação seja regularizada.

Compartilhe

Dúvidas Frequentes

Eventos

Formulários

Deseja dar entrada no protocolo? Selecione um formulário abaixo!
<-- -->