Detran-MA leva educação para o trânsito à Semana Estadual de Direitos Humanos

05/12/2017

Image

O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) levou ações lúdicas e educativas à abertura da Semana Estadual de Direitos Humanos, realizada na tarde deste domingo (3) na Área de Preservação Ambiental (APA) da Reserva do Itapiracó. O objetivo foi alertar para a importância da segurança no trânsito, durante o evento que marcou o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.

A Semana Estadual de Direitos Humanos promove reflexões sobre a importância das iniciativas inclusivas para maior participação e acesso das pessoas com deficiência aos diversos setores da sociedade. Desde 2016, o Detran-MA realiza o Projeto Humanizar, com a participação de pessoas com deficiência vítimas de acidentes de trânsito em ações educativas de conscientização. O Humanizar inclui e sensibiliza a população sobre os riscos e consequências de condutas erradas no trânsito.

Segundo a diretora geral do Detran-MA, Larissa Abdalla Britto, a presença do Departamento no evento reforça o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Governo do Estado para garantir igualdade de direitos. “As ações educativas do Detran-MA são inclusivas e permanentes. A participação das pessoas com deficiência, por meio do Projeto Humanizar, é uma realidade que dá certo e tem contribuído para tornar o trânsito do nosso estado mais seguro”, disse.

Durante a semana, além de distribuir material informativo e fazer abordagens educativas de sensibilização para segurança viária, a equipe do Detran-MA montou o circuito Transitolândia. A brincadeira ficou por conta do Palhaço Sinaleiro, um dos personagens criado pelo Departamento para ensinar a criançada a seguir as regras do trânsito.

Segundo a coordenadora de Educação para o Trânsito do Detran-MA, Rositânia de Farias, as crianças têm ajudado a melhorar o comportamento dos pais no trânsito. “As crianças aprendem brincando como se comportar no trânsito, e cobram dos pais que eles também sigam as regras. As crianças são um exemplo para todos nós, são inclusivas, aceitam as diferenças entre as pessoas e vão nos ajudar a construir uma sociedade mais cidadã, com menos acidentes no trânsito”, finalizou.

Compartilhe

Dúvidas Frequentes

Eventos

Formulários

Deseja dá entrada no protocolo? Selecione um formulário abaixo!