06/09/2020

Image

Detran-MA reforça segurança no trânsito durante o feriado, com Operação Lei Seca


Com o objetivo de reforçar a segurança no trânsito e reduzir o número de acidentes, causados por condutores de veículos após a ingestão de bebida alcoólica, o Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), em parceria com o Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPRV), realizou mais uma blitz da Operação Lei Seca, na tarde de domingo (06), na Avenida Litorânea. As ações de fiscalizações, que tem foco na campanha “Perceba o Risco. Proteja a Vida!”, serão reforçadas durante o feriadão. 

De acordo com dados da Divisão de Estatística do Detran-MA, durante a operação de domingo, foram abordados 156 veículos e realizados 151 testes com o etilômetro. No final da fiscalização foram lavrados 13 autos de infração, sendo cinco por recusas ao teste; três a condutores por dirigiam sob influência de álcool; dois por dirigir sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH); um por conduzir o veículo sem lentes corretoras de visão; um por conduzir veículo que não estava registrado e um por CNH vencida.

A economista Raphaela Serejo, que foi abordada pela BPRV durante a fiscalização, ressaltou a importância da Operação Lei Seca para a segurança de todos no trânsito. “Eu sou a favor das fiscalizações, pois elas estão aí para evitar acidentes, causados por condutores que insistem em descumprir a Lei Seca. As fiscalizações são realizadas para oferecer mais segurança no trânsito”, afirmou.

Para a coordenadora de Educação para o Trânsito do Detran-MA e presidente do Fórum Nacional da Operação Lei Seca, Rositânia de Farias, as blitzen nas avenidas da cidade são importantes para tornar o trânsito mais seguro. “Durante os feriados longos, as ações da Operação Lei Seca se intensificam com o objetivo de oferecer mais segurança à sociedade e de evitar acidentes. Hoje, nossa prioridade é promover a conscientização dos condutores. Se beber não dirija”, destacou.

As operações de fiscalização de trânsito, realizadas pelo Detran-MA e BPRV, têm a participação da Coordenadoria de Educação para o Trânsito e, neste período de pandemia, seguem todos os protocolos de segurança sanitária. Os servidores do Detran-MA e os policiais que participam das blitzen usam máscara de proteção, têm acesso a álcool em gel e respeitam o distanciamento social.

Sobre a recusa

As ações da Operação Lei Seca têm sido fundamentais na prevenção dos acidentes de trânsito. De acordo com Art. 265ª do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o condutor que for abordado na fiscalização, apresentando ou não sinais de embriaguez, e se recuse a fazer o teste do etilômetro, comete infração gravíssima e está sujeito à multa de até R$ 2.934,70, além do recolhimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que pode ser suspensa, por até um ano, e o veículo retido até que outro condutor habilitado se apresente. Em caso de reincidência o condutor terá que pagar o valor dobrado da multa.

Compartilhe

Dúvidas Frequentes

Eventos

Formulários

Deseja dar entrada no protocolo? Selecione um formulário abaixo!
<-- -->