29/04/2015

Image

O Detran-MA deu início nesta terça-feira,  28, ao Curso de Métodos e Técnicas Educativas para a Segurança no Trânsito. Esta é a primeira ação do Programa Permanente de Capacitação em Educação para Trânsito, uma das estratégias elaboradas pelo governo Flávio Dino para reduzir os alarmantes índices de acidentes de trânsito no Maranhão.

O curso aborda entre outros temas, as causas da violência viária, campanhas educativas para a segurança no trânsito e educação para o trânsito na escola. Com duração de dois dias, o curso é ministrado pela Mestre em Educação para o Trânsito, Irene Rios, e tem como objetivo aprimorar conhecimentos e conscientizar sobre o papel fundamental da educação na segurança viária.

“A educação para o trânsito precisa ser trabalhada de forma plena e constante. Com esse programa de capacitação permanente queremos fortalecer o trabalho de educação para o trânsito nas Ciretrans e com isso reduzir os acidentes de trânsito no interior do estado”, explica o diretor geral do Detran-MA, Antônio Nunes.

As 50 vagas oferecidas no curso foram distribuídas entre servidores da divisão de educação do Detran-MA, Polícia Militar, Departamentos Municipais de Trânsito, Ciretrans, entidades civis e Polícia Rodoviária Federal.

Atualmente, o Maranhão ocupa o primeiro lugar no ranking nacional de acidentes de motos. Presidente Dutra é o município campeão de acidentes envolvendo motociclistas. Para Edvane Marcelino, funcionária da Ciretran de Presidente Dutra, um dos motivos do aumento no número de acidentes envolvendo motos no município e no Maranhão, deve-se, principalmente, à imprudência e a falta de orientação e educação no trânsito. “Nunca houve ação educativa como essa na Ciretran de Presidente Dutra. O fato de podermos aprender  e repassar conhecimento para as outras pessoas, vai ajudar a diminuir os acidentes na cidade”, reforça Edvane Marcelino.

Para a Mestre em Educação para o Trânsito, Irene Rios, a capacitação de profissionais que atuam diretamente com o trânsito é extremamente importante para a redução do alto índice de violência viárias nas cidades. “Durante o curso os participantes aprendem metodologias que ajudam a conhecer melhor o público-alvo e isso ajuda a desenvolver o trabalho com mais qualidade. Eles acabam se tornando multiplicadores de boas condutas no trânsito”, afirma Irene Rios.

Compartilhe

Dúvidas Frequentes

Eventos

Formulários

Deseja dar entrada no protocolo? Selecione um formulário abaixo!
<-- -->